Páginas

terça-feira, 28 de junho de 2016

Nova postura da Aikikai?

O principal evento do aikido nesse ano de 2016 foi sem dúvida a promoção de Christian Tissier sensei ao 8º dan. Seria isso um início da mudança de postura da Fundação Aikikai/Aikikai Hombu Dojo?

Sempre foi divulgado extra oficialmente a intenção da Aikikai de "reservar" qualquer graduação a partir de 8º dan aos japoneses. Nono dan será impossível ser novamente concedido até a um japonês. Décimo nem pensar. Porém, no Kagami Biraki de 2016 fomos "supreendidos" com a promoção de Tissier shihan. Promoção mais do que merecida. Afinal, a partir do quinto dan as  promoções são por merecimento, não por exame. E Tissier sensei mais do que já havia feito por merecer depois de tantos anos dedicados à nossa arte.

No ano passado, resguardadas as devidas proporções, também tivemos uma demonstração do gênero quando Maruyama sensei foi promovido ao 7º dan. Até então todos os sétimos dan do Brasil eram japoneses(Ono, Shikanai e Nishida senseis). Ainda que Maruyama sensei seja descendente de japoneses, já é um sinal de que as coisas por aqui também mudarão. Além disso, nesse ano tivemos diversas promoções de brasileiros ao 6º e ao 5º dan.

Agora é aguardar o próximo Kagami Biraki. Particularmente acho que há uma forte possibilidade da promoção de Ono sensei ao 8º dan.